Lâmina, cera, laser… Cada vez mais as mulheres do mundo ocidental utilizam os mais variados métodos para se livrar dos pelos indesejáveis da face e do corpo: buço, virilha e pernas são totalmente depilados. No entanto, para algumas mulheres, por questões culturais e religiosas, ter pelos nessas regiões não é somente necessário, mas muitas vezes é uma questão decisiva até para os relacionamentos.
Nestes casos o profissional pode realizar o transplante através dos pelos da região do couro cabeludo para outros locais como sobrancelha, axilas e genitália.
As técnicas atuais permitem realizar esse tipo de cirurgia com facilidade e com resultados bastante satisfatórios, proporcionando melhor qualidade de vida e evitando constrangimentos.

Transplante de cílios

Normalmente este tipo de transplante é realizado em pacientes que passaram por cirurgias reparadoras na região periocular ou em pessoas que sofreram acidentades ou queimaduras. Também há casos de pacientes com ausência, rarefação intensa ou fios atrofiados (muito curtos).

Apesar de serem pequenos, os cílios têm grande importância na aparência e realça a beleza dos olhos. Não é à toa que as mulheres fazem uso do rímel para destacar esta área. Sabia como funciona o transplante:

Primeira fase

O primeiro passo para o transplante de cílios é colher um segmento de couro cabeludo da região da costeleta ou da nuca para conseguir os fios de cabelo que serão usados no transplante. O local é fechado por uma sutura e o cabelo vizinho é usado para cobrí-la. A pequena tira de couro cabeludo removida é dissecada através de microscópios esteroscópicos. Em seguida a equipe de enfermagem separa os fios, um a um, sem machucá-los.

Segunda fase

Depois da anestesia local na pálpebra, cada enxerto com um fio de cabelo é implantado no local onde existiam os cílios. São colocados aproximadamente 20 a 30 fios em cada pálpebra. Depois de alguns dias esse fio transplantado cai e, em dois meses, nasce outro em seu lugar. Devido a sua característica de crescimento contínuo (na cabeça) é necessário aparar com uma tesourinha periodicamente.

Não existem riscos neste procedimento. O que pode ocorrer é alguma falha pela ausência de nascimento de algum fio.

O transplante é uma opção definitiva e segura quanto comparado com cílios colados ou adesivados, embora esses (artificiais) tenham uma aparência mais natural. Os cílios artificiais são descartáveis e práticos, enquanto os cílios transplantados são definitivos.

A recuperação é rápida. A pessoa pode voltar às atividades normais em 48 horas e depois de sete dias o aspecto é normal. Os cílios caem depois de 15 dias e voltam a nascer definitivamente em 2 meses.

A escolha do método depende do estilo de vida da pessoa, das necessidades estéticas, da praticidade ou da durabilidade de cada método, além do custo.

Transplante de sobrancelha

A evolução atual das técnicas de transplante de cabelos também tornou possível a recuperação dos pelos das sobrancelhas com resultados extremamente satisfatórios.

A perda dos pelos das sobrancelhas acontece por vários motivos:

  • Perda definitiva do pelo por depilação contínua com pinças;
  • Alopecia areata (pelada): perda temporária ou definitiva dos pelos de origem autoimune;
  • Cicatrizes, queimaduras, acidentes e outros tipos de trauma no local;
  • Tricotilomania (mania involuntária de arrancar os fios);
  • Doenças sistêmicas, infecciosas e tóxicas;
  • Tatuagens cosméticas (dermopigmentação)
  • A recuperação das sobrancelhas traz grande satisfação ao paciente pois trata-se de um importante adorno na aparência da face, talvez até mais que os próprios cabelos.

O transplante de sobrancelhas utiliza os cabelos mais finos, colhidos de áreas em que o cabelo é permanente e em unidades foliculares de um fio e selecionados através de microscópios esteroscópicos por hábeis assistentes.
O direcionamento dos fios obedece a um diagrama para que se obtenha um bom resultado estético já na primeira sessão.

Para os casos em que se deseja ainda mais densidade, outras sessões poderão ser programadas mas, normalmente com dois procedimentos, já se consegue um resultado que agrada a maioria das pessoas.

Um inconveniente que não invalida a indicação desta cirurgia é que os cabelos têm que ser aparados periodicamente, ao contrário dos cabelos naturais que têm um crescimento limitado, mas que mesmo assim as mulheres também aparam ou removem.

A cirurgia

O procedimento é realizado sob anestesia local e dura cerca de três horas. Ao final da cirurgia, o paciente pode retornar para a sua casa e no dia seguinte e exercer suas atividades normalmente. O que se vê nos dias subsequentes são alguns pontos escuros (crostas) do tamanho da cabeça de um alfinete na área da sobrancelha. Essas crostas (cascas) puntiformes caem em torno de 10 dias. Os cabelos começam a nascer em 90 dias. Uma nova cirurgia pode ser agendada seis meses após a primeira sessão.