A calvície feminina pode ser tratada e o principal resultado da melhora é o resgate da autoestima. Esse Tratamento dermatológico visa evitar a ação hormonal sobre os folículos, revertendo o processo de afinamento e miniaturização e é feito com o uso de antiandrógenos que combatem a ação dos androgênios: hormônios masculinos. Podem ser utilizados por via oral ou sob a forma de loções aplicadas no couro cabeludo. A finasterida, medicamento utilizado com sucesso no tratamento dos homens, também vem sendo utilizada “off label” para as mulheres nos EUA com sucesso. Outros antiandrógenos também estão sendo usados com eficiência como: acetato de ciproterona, espirolactona, cimetidina, saw palmetto, entre outros.

Além disso é feito o estímulo ao crescimento dos cabelos, com suplementação vitamínica e substâncias de uso local.

O Tratamento dermatológico é contínuo e os resultados podem demorar um pouco a aparecer. É preciso ter paciência e perseverança. Muitas vezes é necessária a troca do medicamento até que se obtenha o melhor resultado. Se o tratamento for interrompido, o processo se reinicia e a queda voltará a acontecer.

Pode ser necessária uma avaliação hormonal e a realização de exames que excluam outras causas da queda dos cabelos, como o eflúvio telógeno e a alopécia areata. A indicação do melhor tratamento depende de cada caso e deve ser determinada pelo médico dermatologista.